Translate

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Procurando um destino

video


Olhe ao redor, pergunte-se por que
conseguimos viver uma vida que nunca satisfaz

Corações solitários, mentes preocupadas



Procurando um caminho que nunca podemos encontrar


Muitas estradas estão à nossa frente


Com escolhas a serem feitas


Mas a vida é apenas um jogo


Não há uma maneira especial
 
Hoje 18 de setembro de 2013 aproximadamente dez horas da manhã decidi sair em viagem à procura de emoções. O principal destino é o Peru que segundo o Sperandio está tudo asfalto tapete.
Registrado este momento.

Todos nós viajamos o tempo todo, o nosso ônibus terrestre nos obriga a isto então o que farei é simplesmente mudar de janela.
Chorei, chorei, até ficar com dó de mim...
11/10/2013
A peste me pegou: pneumonia dupla! Tratamento em casa porque na minha cidade o melhor apartamento em hospital ainda deixa muito a desejar e com este frio terrível nem pensar.
Já melhor escrevo de Bragança Paulista na casa da minha irmã a caminho do norte em busca de calor. No início da BR-116 veio à paz que sempre encontro quando dirijo, esta estrada é belíssima e não importa o número de vezes que viajo por ela quase sempre o encanto toma conta de mim.
Era só parar para almoçar aqui, mas com o feriado de Aparecida a Dutra vai estar lotada e não quero perder o prazer enorme que tenho em passar por ela. E mais importante ainda, aqui em Bragança convivo família. Em curtos períodos é muito agradável!
Aqui em Bragança está ótimo de clima e estou aproveitando o conhecimento deste meu grande amigo Vicente para atualizar uns pen drives com clipes de música e programas do Jô já que agora eu tenho no meu painel um Pioneer excelente. E mais, atualizo minha alimentação tanto física como a mental com o enorme carinho da minha irmã de que eu gosto tanto. Como novidade ela entrou no mundo virtual através de um tablet!
Minha irmã e meu cunhado acabaram de voltar da Europa e estiveram em Magdeburgo cidade que nosso pai nasceu, foram inclusive no endereço que morava. Senti muito esta emoção, conheço a história do meu pai e sei a sua luta que foi nascer numa guerra e viver no país que foi derrotado.
Große Diesdorfer Straße n°10 Magdeburg – Alemanha – Roberto e Ana Maria

No começo do século19 e no mesmo endereço: Große Diesdorfer Straße n°10 – Na janela Minna Luise Anna Otto Grube e Conrad Heinrich Friedrich Grube pais de Margarethe Anna (Grube) Leopold e seu esposo Johannes Leopold, nossos bisavós, nossos avós e casa de nascimento do nosso pai. 

Um den Namen zu färben. Austria - Leopold Museum
Naquela mesa ele sentava sempre
E me dizia sempre o que é viver melhor
Naquela mesa ele contava histórias
Que hoje na memória eu guardo e sei de cor
12/10/2013
Porque não os Andes? Conheço os sobe e desce daquelas montanhas onde o ar é tão raro, combalido como estou preferi ir ao norte onde espero o calor me reforce. Já iniciei o tratamento aqui em Bragança com uma alimentação muito gostosa. O Peru e adjacências ficaram apenas adiados.

14/10/2013
Parado em Rio das Ostras para pernoite e janta. Como a maioria das cidades antes encantadoras ela se transformou em mais uma cidade comum a beira do litoral, bem organizada e para atender multidões.
Vou dormir a beira da praia, o vento fresco me garante uma boa noite.

A estrada estava deliciosa com pouco trafego e os pensamentos e a memória sobraram. Mas ainda sem motivação, pelo menos fisicamente estou me sentindo cada dia melhor.
15/10/2013
Almoço em Vitória no centro em companhia destas belas amizades que são Marcos Gomes e sua esposa Gláucia, uma moqueca de badejo com excelentes camarões acompanhando. Esta foto muito semelhante foi batida em outra viagem só que agora falta uma pessoa.

Marcos, Gláucia e eu - 2013

Para comparar os tempos, a faltante atual já não está fazendo mais falta. Agora este restaurante é imperdível! - 2008

Passei a tarde com o Marcos com ótimas conversas regadas a um cafezinho esperto e já comprei um monte de DVDs (Piratas & Cia. Ltda.), eles estão em uma qualidade igual ao original e como no motor-home eu não posso locar eles resolvem o problema. Para limpar a consciência eu os assisto e jogo fora após.
A estrada está ótima, pouco movimento e tudo tapete! Vitória é uma belíssima cidade com transito mesmo que intenso mantém a coisa fluida.
No momento estou estacionado e muito bem com energia na Parada Ibiraçu (Depois de Vitória na serra em direção a Linhares). A vantagem de ter uma quitinete é esta, qualquer buraquinho e a casa está bem instalada, tomada elétrica no banheiro ao lado. Pelo menos alguma vantagem arf!


16/10/2013
Se eu fosse cego e dirigisse saberia quando passasse a fronteira do Espírito Santo com a Bahia, a buraqueira é um sinal em braile. Próximo a Eunápolis até digo que não está ruim, é um traçado interessante e com pouco acostamento escapando de um ou outro buraco dá para ser feliz e consegui um lugar para almoçar digno das melhores capitais e a placa só dizia que era um hotel e tinha um restaurante com ar condicionado.
Sinto-me doente, passei a tarde dormindo e parei cedo, novamente um lugar sobre medida para o motor-home, não quis luz porque acho que madrugarei na estrada e não quero o trabalho de pôr e tirar.
O termômetro da aventura e do prazer está baixíssimo, pelo menos na memória sei que vivi muito e as lembranças sobram.

A noite aguça e acentua as sensações
A escuridão agita e desperta a imaginação
Silenciosamente os sentidos abandonam as defesas

17/10/2013

É tal de parar para dormir que neste ritmo chegarei a lugar nenhum no ano que vem. Sorte novamente no almoço, restaurante Casa de Pedra que já mencionei de outras viagens por aqui.
Estou parado já próximo a Salvador e novamente em um lugar privilegiado com energia. Continuo sem ânimo.
18/10/2013
Um dia colorido, decidi entrar em Aracaju para ver as mudanças na cidade que o meu amigo Pedro Mulik tanto gosta. Repleto de razão ele, Aracaju está magnífica! Com o GPS (Os Estados Unidos além de ser um exemplo da liberdade ainda nos colocam a disposição seus satélites e este sistema de orientação que também nos liberta!)
No GPS (Garmin) procurei restaurantes e escolhi a Republica dos Camarões, Royal Street Flush comparando a sorte numa mão de pôquer, atendimento excelente, preço muito abaixo do comparado ao mesmo prato e os camarões uau! Deliciosos! Agora o brinde para viajantes de motor-home: Não importa o tamanho do seu pode marcar em seu GPS o restaurante, um pouco antes dele (na quadra) tome a direita em direção ao mar (Praia do Atalaia), a beira-mar totalmente calçado um gigantesco pátio de estacionamento livre e você dormirá e acordará com a brisa marinha e ondas batendo próximas! Primeiro mundo neste nicho do nordeste!
Na estrada com o trânsito lento passei por uma carroça cujo cavalo estava estirado no chão, creio eu morrendo, duas pessoas tentavam reanimá-lo. Triste.
Parado em um posto perto de Maceió, novamente tudo de bom, excelente lugar de estacionamento, água clorada no tanque e daqui a pouco saberei do restaurante.
Estou assistindo um filme “Sem proteção”, um bom suspense até agora com ótimos artistas. O assunto trata-se de um grupo que a propósito de protestar contra a guerra do Vietnã destroem bens públicos e acabam matando um segurança pai de duas crianças. Trinta anos depois o FBI prende uma delas (Susan Sarandon) e continua em encalço dos outros. Se a justiça brasileira fosse igual a americana a nossa Presidente estaria na cadeia.
Em Aracaju estava cheio de faixas dos petroleiros em greve por causa do leilão dos campos petrolíferos de Libra. Privatização imediata de todos os finais bras e na mesma fornada liquidar com os S (Sesi, Senai, etc.) e talvez ainda em nossa geração possamos usufruir a real grandeza que este nosso país tem condição! O curioso é que alguns S falam sobre o excesso de impostos quando eles mesmos estão incluídos, ganham muito e são uma farsa!

19/10/2013
Em alguns pequenos trechos em Alagoas e Pernambuco as estradas estão terríveis, não sentia saudades deste personagem que é um caboclo com pá tampando buracos em troca de moedas, mas estavam presentes. Decidi ligar para o Luís Carlos em Campina Grande para mudar a trajetória, eu ia para João Pessoa visitar o amigo Almir antes, mas se o Luís estivesse livre no fim de semana eu poderia sair da 101 e ir por Caruaru curtindo a agreste pernambucano que é de paisagens maravilhosas e um asfalto digno. O Luís estava e já a tarde estava maravilhosamente bem instalado na sua casa.
20/10/2013
Ontem foi ótimo, gosto muito de estar com o Luís e sua família. Uma particularidade do Luís é seu enorme conhecimento de informática e o que se vê na casa dele é uma tecnologia aplicada e o total conhecimento do funcionamento. Eu trouxe um HD que ele me instalou em casa que tem um programa extraordinário que armazena filmes, seriados, documentários e outros então ele já o está atualizando para mim. Hoje 05/11/2013 posso dizer que estou mais maravilhado ainda, o vídeo abaixo foi quando ele começou a usar, hoje está muito melhor até pelo conhecimento adquirido. Hoje o Luís trabalha com quatro monitores. 
Assistimos o Stock Car etapa Curitiba e a noite eu assisti o Luís correr em Magny-Cours de Saleen pelo campeonato virtual. O cockpit dele é extraordinário e tem quatro monitores sendo que três são usados como tela para a competição possibilitando uma imersão sem igual.
Falei que estava bem instalado, é pouco. O pequeno tamanho do meu motor home proporciona este milagre e estou parado como uma extensão da casa do Luís como se vê abaixo:

O condomínio que eles moram é de uma cordialidade excepcional, os vizinhos são amigos e todos se cooperam, aja cerveja e tira gostos pela manhã. Depois almoçamos na cidade e no relaxamento após fica a foto de lembrança.

Ângela, Luís e eu

21/10/2013
Dia de trabalho para eles então antes eles me levaram para a cidade onde fui levar minhas roupas na lavanderia que já uso e conheço há muito tempo, adoro a qualidade do trabalho deles. O susto foram eles já estarem com a semana fechada de serviço, mas com a lembrança das outras vezes abriram uma exceção e irão entregar a roupa quarta-feira pela manhã. Aproveitei para passear na cidade e fazer umas compras, aqui é a capital da pirataria e aumentei meu acervo de viagem incluindo o filme Rush que as locadoras provavelmente só terão em alguns meses.

22/10/2013
O Yendys (Filho do Luís) me levou para passear, um dia descontraído que no final marcou mesmo por ele ter gravado shows no meu pen drive e um deles que irei mencionar adiante foi uma surpresa muito agradável.
23/10/2013
Despedida e antes o Luís me levou até a Renault onde eu queria fechar uma saída de ar que assopra nos meus pés. Fizeram isto e muito mais, levaram o MH para a lavagem e deram um trato de primeira grandeza tudo por cortesia e mais, chamaram o responsável pelo marketing da empresa para fazer uma reportagem sobre a transformação do furgão em casa. Novos amigos para mim tem mais valor do que qualquer outra coisa em viagens!
Com o GPS afiadíssimo segui direto para a casa do Almir e o dia se lotou de emoções revendo um amigo depois de tão longa data.
Foi neste trajeto em uma pista dupla de primeiro mundo que vi a surpresa que o Yendys colocou no meu pen drive, em alta definição, um show chamado Roberto Carlos por Elas. Nunca tinha percebido a real grandeza das músicas do Roberto para mim!
Almoço cruel na orla, um festival de camarões com muita cerveja acompanhando! Bom, as cervejas foram até altas horas da noite já com a Zenaide esposa do Almir.

24/10/2013
Estou estacionado na frente da sua casa e mais uma vez o tamanho do motor home se mostra fundamental neste conforto.
De manhã saímos para passear e a baita surpresa a caminho do forte Santa Catarina:


A noite janta com a família:

Da direita para esquerda – Almir, Zenaide, Fábio e eu
Amanhã vou começar a voltar. Não aconteceu nenhum insight milagroso e de fato eu quero mesmo é ir para o Peru. De qualquer maneira minha saúde melhorou.

- Salve!
- Como é que vai?
- Amigo, há quanto tempo!
- Um ano ou mais...
- Posso sentar um pouco?
- Faça o favor
- A vida é um dilema
- Nem sempre vale a pena...

25/10/2013
Sai sem me despedir fisicamente do Almir, o motivo foi ontem o filho dele Fábio descobrir que ao abrir o portão eletrônico a minha extensão corria sério risco de se embaraçar e causar um acidente. Então como a esposa dele sai muito cedo para o trabalho (Ela é médica e tem uma clinica de hemodiálise) já estava alerta mais cedo ainda e assim tirei a fiação logo que senti o movimento do portão. Como já estava com a casa pronta e ainda faltava meia hora para ele levantar eu decidi aproveitar o baixo movimento e ir para estrada e mais tarde ligar para ele.
Mágica rodando, a estrada me acariciava. Comparei o momento com um trecho do livro Tai Pan em que o personagem principal Dirk Struan sai ao mar: “... Aquela tarde, Struan embarcou no China Cloud. Enviou o Capitão Orlov para uma das lorchas e Zergeyev para alojamentos espaçosos no Resting Cloud. Mandou desfraldar todas as velas e soltar as amarras e saiu do porto, dirigindo-se a águas profundas. Durante três dias, arremessou o China Cloud, como uma flecha em direção ao sudoeste, com as vergas rangendo, devido ao pano estar todo inflado. Foi para o mar a fim de se purificar...” No meu caso era isto que estava acontecendo até que próximo a Maceió acende uma luz indicando problemas no motor home. Liguei para o Renault Assistance e eles me deram o endereço da concessionária na cidade. Era o filtro do diesel forrado com uma pasta de não sei o quê já que ele não tem ligação com o esgoto da casa e obviamente escrito Esqueceram de Mim na última revisão.
Problemas são oportunidades e não foi diferente desta vez, novos amigos, ótimo almoço em um restaurante chinês e no fim da tarde estrada novamente só que a saída era contornando o litoral de Maceió. Cedo parei porque antes das seis já é noite nesta região, banhão, janta e cama com um sono reparador e aleluia, o último sonho muito agradável que mostra que ainda há esperança nesta carcaça.
26/10/2013
Viagens ou a vida são coincidências, ajuda muito estar pronto para elas, então já cedo abasteci, enchi o tanque de água e fui tomar café no exato momento em que estava começando a qualificação da F1 na Índia.
Estrada maravilhosa e decidi que merecia novamente um almoço especial já que minha sorte nas refeições está excepcional, sem riscos fui para Aracaju para repetir o Republica dos Camarões. Como cheguei cedo fui para a beira da praia e...
Encontrei o Sr. Antônio com uma banca de sorvetes e negociamos a luz. O local é o mesmo que mencionei no inicio que suportaria motor home de qualquer tamanho.
Não foi simples assim embora tudo com a vontade ficasse simples, quando conectei a luz me surpreendeu a força com que ela veio só que na hora de testar o ar condicionado pimba! Foi-se a eletricidade e não se resumiu a uma queda do disjuntor da sua banca. Sem mudar o humor ele já ligou para um eletricista amigo e uma hora depois lá estava ele. Não é que o mesmo já trabalhou na Fórmula Truck com o piloto Leandro Totti.
O interessante e digo mais, muito interessante foi que ele já trabalhou nas plataformas de petróleo (O litoral daqui está forrado delas) e a descrição delas combina perfeitamente do que eu penso quando a administração publica cuida de alguma coisa e se for petista então muito pior até porque eles já estavam na Petrobrás antes do PT assumir a presidência. As plataformas estão na sua maioria interditadas por falta de conservação. Os casos contados são de arrepiar pelo amadorismo da operação. Agora a noite neste povoado de plataformas combina com que ele disse, uma a esquerda está iluminada e outra a direita muito longe. De fato isto não tem importância, importante é o volume doentio de propaganda petista mostrando o quanto a Petrobrás é maravilhosa! A conta que nos espera vai ser grande!
Almoçado dei uma descansada e o ar não foi necessário porque a brisa do mar inunda minha casa. Mais um pouco irei tomar banho, dar uma passeada nos quiosques que tem próximo e conferir um anúncio de caldo de cana e pastel. A televisão está com ótima imagem garantindo a corrida de amanhã.

27/10/2013
E temos o campeão da F1 este ano, Sebastian Vettel está em um grau de virtuosismo excepcional e com esta tão pouca idade é uma boa aposta para quebrar todos os recordes.
Deixei para bater as fotos do local hoje e digo que sorte é quem faz as coisas sem protelar, ontem um dia magnífico de sol enrolei e hoje chove. O Antônio chegou onze horas da manhã para eu poder soltar a tomada.
Na saída passei pelo oceanário de Aracaju tocado pelo pessoal do projeto Tamar e patrocinado pela Petrobrás. Socorro! Nem para isto eles prestam! Decepção total! Uma piscina pequena de acrílico com duas tartarugas que ficavam o tempo todo se chocando com a borda dando todo o indicativo que queriam sair, ops, o projeto Tamar não é para proteger as tartarugas? Mais um aquário pequeno que não era possível enxergar os peixes pela sujeira nos vidros e pela água turva e mais uma dúzia de aquários iguais aos que as pessoas têm em casa e alguns tinham peixes. Estas ONGs tornaram-se filiais do governo. Precisei de muita estrada para diminuir a raiva que senti! A entrada custou R$14,00 e se eu fosse funcionário público só pagaria R$7,00 em um desrespeito a constituição que prevê que todos nós somos iguais, hehehe iguais hem!
Agora parado próximo a Salvador para janta e cama.
Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim
28/10/2013
Motor home pequeno e GPS me deixaram sem medo de entrar em cidades pequenas então fui almoçar em Ilhéus, não teria feito falta.
Estrada com traçado ótimo a 101 na Bahia e para não faltar crateras gigantes prontas para te engolir na primeira distração, fora isto o asfalto está liso.
Parado em Eunápolis com excelente energia a disposição porque hoje o ar condicionado é indispensável. Banho janta e filmes.
Uma mostra do que é minha casa:
Cockpit
Escritório, sala de jantar, cozinha e closet
Quarto de casal
Sala de televisão
Banheiro
Sala de banho com banheira
Teto onde fica o ar condicionado, exaustor e climatizador
A casa também tem calefação a óleo diesel, bastante genial e fundamental para as aventuras no frio.
O inconveniente de ser pequeno é contrabalançado pelo grande desembaraço que ando nas cidades e pela facilidade de encontrar lugares para estacionar.

29/10/2013
Dia fresco e cinzento de céu e de alma.
Recordo-me neste traçado sinuoso há muitos aos atrás quando Porto Seguro era a nossa praia, que em uma viagem muito rápida (Ponto a ponto – S. J. Pinhais/Porto Seguro Palace hotel, dezoito horas sendo que uma hora ficamos parados esperando o posto abrir já que uma lei proibia a abertura dos mesmos a noite) que neste trecho altamente seletivo estava chovendo e já era entrada da noite e a Iara pediu para eu correr mais. Única vez na vida que tal pedido existiu!
A tarde um sono repleto de pesadelos que me levou quase para o fundo do poço completando um dia realmente ruim.
Anoitecendo e se aproximando de Vitória entro na Parada Ibiraçu. Totalmente lotada, mas como um comprovante que a sorte às vezes me cerca o meu lugar da vez anterior vazio e isto significa energia que pego de uma tomada próxima e até por isto abri o computador para continuar este diário.
Estou voltando sem saber por quê.
30/10/2013
Estranho a volta, mesmo a ponte Rio/Niterói que sempre me empolga foi um simples curtir, na Dutra um engarrafamento monstruoso por causa de acidente. Não posso dizer que estou isento de sentimentos, quando eu vejo motoristas furando a fila e usando o acostamento para ganhar pequenas vantagens fico homicida.
Parei para dormir logo após a serra das Araras.
31/10/2013
Quinze e trinta, estacionado em São José, frio!
05/11/2013
Agora relendo digo que valeu a pena sair para procurar, de fato acho que encontrei algo embora somente o tempo confirme.
O rádio/televisão do motor-home foi extraordinário, levei muitas músicas com o vídeo incluso e só as minhas preferidas além de vários programas do Jô.
O Jô foi ótimo para mim entendê-lo, curiosamente acabei achando-o de uma mediocridade espantosa!
Por outro lado achei a música que me encantou: Scarborough Fair, sim já a conhecia, mas ouvindo-a pela voz de Sarah Brightman e lendo sua tradução tantas vezes o encanto se multiplicou!
video

Are you going to Scarborough Fair?
Você está indo à feira de Scarborough?
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho
Remember me to one who lives there
Dê-me notícias de alguém que vive lá,
For she once was a true love of mine.
Ela outrora foi o meu verdadeiro amor.
Tell her to make me a cambric shirt.
Diga a ela para fazer-me uma camisa de cambraia.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Without no seam nor fine needlework
Sem nenhuma costura ou trabalho de agulha,
And then she'll be a true love of mine.
Então ela será o meu verdadeiro amor.
Tell her to wash it in yonder dry well.
Diga a ela para lavá-lo lá no poço seco.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Which never sprung water nor rain ever fell
de onde nunca brotou água e nunca caiu chuva,
And then she'll be a true love of mine.
e então ela será o meu verdadeiro amor.
Tell her to dry it on yonder thorn.
Diga a ela para secá-la sobre aquele espinho
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Which never bore blossom since Adam was born
Que nunca floresceu uma flor desde que Adão nasceu,
And then she'll be a true love of mine.
e então ela será o meu verdadeiro amor.
Ask her to do me this courtesy.
Peça-lhe que me faça esta cortesia..
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
And ask for a like favour from me
e peça como um pequeno favor para mim,
And then she'll be a true love of mine.
e então ela será o meu verdadeiro amor.
Have you been to Scarborough Fair?
Você já esteve na feira de Scarborough?
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Remember me from one who lives there
Dê-me notícias de alguém que vive lá,
For he once was a true love of mine.
Ele outrora foi o meu verdadeiro amor.
Ask him to find me an acre of land.
Peça a ele para me encontrar um acre de terra.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Between the salt water and the sea-sand,
Entre a água salgada do mar e a areia,
For then he'll be a true love of mine.
Para então, ele ser meu verdadeiro amor.
Ask him to plough it with a sheep's horn.
Peça a ele para arar com um chifre de cordeiro.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
And sow it all over with one peppercorn,
e que semeie tudo com apenas um grão de pimenta,
For then he'll be a true love of mine.
Para então, ele ser meu verdadeiro amor.
Ask him to reap it with a sickle of leather.
Peça a ele para colhê-lo com uma foice de couro.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
And gather it up with a rope made of heather,
E juntar tudo com uma corda feita de urze.
For then he'll be a true love of mine.
Para então, ele ser meu verdadeiro amor.
When he has done and finished his work.
Quando ele tiver terminado o seu trabalho.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Ask him to come for his cambric shirt,
Peça a ele para vestir a sua camisa de cambraia,
For then he'll be a true love of mine.
Para então, ele ser meu verdadeiro amor.
If you say that you can't, then I shall reply.
Se você disser que você não pode, então vou responder.
Parsley, sage, rosemary and thyme.
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho.
Oh, Let me know that at least you will try,
Oh, deixe-me saber que, pelo menos você vai tentar,
Or you'll never be a true love of mine.
Ou você nunca será meu verdadeiro amor.